VOLTAR

Peret confirma que o mateiro narra verdade sobre Calleri

Jornal do Brasil
12 de dez de 1968

O sertanista João Américo Peret, da Funai, participou da operação de busca da expedição do Padre Calleri e retornou a Manaus dizendo que acredita na versão do mateiro.

No relatório que a Funai enviará aos Ministério do Interior, o órgão esclarece que as recomendações feitas ao padre Calleri não foram de todo seguidas.

o primo do padre Calleri visita a Funai em busca de um sertanista que soubesse narrar exatamente como foi o massacre. Peret conversou com eles, mas eles não aceditaram em sua versão. Para ele o padre Calleri era um homem experiente e não teria cometido os enganos que lhes atribuem.

Sobre o mateiro, único sobrevivente d expedição, Peret diz que acredita na sua versão dos fatos. Ele pressentia perigo e comunicou aos outros.

Funai planeja uma nova expedição para apurar o que de fato aconteceu com o padre e seus acompanhantes.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.