VOLTAR

Parana recompoe areas de mata ciliar

OESP, Agricola, p.G10
28 de dez de 2005

Paraná recompõe áreas de mata ciliar
Coopavel quer levar projeto aos produtores de suas 24 filiais
Uma parceria entre a Coopavel, a Basf e o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) está ajudando os produtores rurais cooperados a fazer a recuperação das matas ciliares - nas faixas de floresta às margens das nascentes - em suas propriedades.
O programa, chamado de Projeto Mata Ciliar, foi lançado oficialmente no dia 15, em comemoração aos 35 anos da cooperativa. Mas, na prática, seis filiais da cooperativa já desenvolvem o trabalho. A intenção é levar o projeto para as 24 filiais, localizadas nas regiões oeste e sudoeste do Paraná.
A primeira experiência foi em Sede Alvorada, distrito de Cascavel (PR), com a revitalização da vegetação em torno da Sanga Mauacá, um afluente do Rio São Francisco Verdadeiro. Os produtores foram orientados sobre o método de plantio das mudas, que foram doadas pelos patrocinadores, juntamente com mourões e arame farpado, para a construção de cercas em toda a extensão da mata.
De acordo com o engenheiro florestal da Coopavel, Carlos Constantino, as cercas de arame servem para isolar a vegetação, impedindo o acesso de animais ao local, como as vacas de leite, que são comuns naquela região. Além de proteger as mudas recém-plantadas, a proteção também facilita a regeneração natural da mata ciliar. "Já dá para perceber várias outras mudinhas crescendo no local, espontaneamente."
OESP, 28/12/2005, p. G10

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.