VOLTAR

Para d. Balduíno, há indefinição na política da Funai

O Estado de S.Paulo (São Paulo - SP)
03 de jun de 1979

Dom Thomas Balduíno, presidente do Cimi, afirmou que, embora as boas intenções manifestas pelo atual presidente da Funai, ainda considera a política indigenista do governo uma incógnita. Segundo o religioso, em julho próximo serão realizadas as eleições para os cargos do Cimi e garantiu que não se candidatará. Além disso, dom Balduíno voltou a defender a anistia ampla e irrestrita com o fim da ditadura militar.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.