VOLTAR

Pankararus sonham em deixar favelas e voltar a Pernambuco

Jornal do Commercio
Autor: Marcelo Barros e Ana Araújo
29 de mar de 1992

Cerca de 2 mil índios Pankararu vieram para São Paulo para tentar melhores condições de vida do que as que encontravam em Tacaratu-PE, depois que posseiros tomaram suas terras. Porém, a realidade que encontraram era muito diferente da que esperavam, e hoje moram em uma favela no Morumbi.
--

Índios temem extinção

Paulo Pankararu, 21 anos, membro da União das Nações Indígenas, alerta que se as autoridades não resolverem o conflito entre posseiros e Pankararus em Pernambuco, "serão responsáveis pela extinção de mais uma nação indígena no Brasil".
--

D. Pedro II demarcou área

O território Pankararu foi demarcado por D. Pedro II em 1879, devido à participação dos índios na Guerra do Paraguai. Em 1940, Getúlio Vargas diminuiu a área. A construção da hidrelétrica de Itaparica levou posseiros à região, e então iniciou-se o conflito fundiário.
--

Uma luta pela identidade

A notícia apresenta a etnia Pankararu, as origens de seu contato com os "brancos" e a região que habitam, em Tacaratu e Brejo dos Padres, em Pernambuco.
--

Cultivo ainda é muito rudimentar/ Flauta feita de tatu evita pragas

As notícias apresentam um pouco sobre a cultura dos Pankararu, seus cultivos, atividades artesanais e rituais.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.