VOLTAR

Painel com gravuras rupestres sagradas para tribos do Xingu é destruído em Mato Grosso

Rádios EBC - http://radios.ebc.com.br/reporter-amazonia
04 de out de 2018

Painel com gravuras rupestres sagradas para tribos do Xingu é destruído em Mato Grosso
Apurações preliminares da Polícia Militar indicam a retirada criminosa das placas na gruta onde estavam as pinturas

Repórter Amazônia
No AR em 04/10/2018 - 20:08

Inspeção do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) constatou a retirada de um painel com gravuras rupestres localizado na Gruta de Kamukuwaká, em Mato Grosso. O sítio arqueológico é tombado pelo Iphan como patrimônio cultural do país desde 2010 e considerado local sagrado por 11 etnias indígenas do Alto Xingu.

O diretor do Centro Nacional de Arqueologia do Iphan, Flávio Calippo, afirma que o órgão já solicitou investigação da Polícia Federal e do Ministério Público Federal. Apurações preliminares da Polícia Militar indicam a retirada criminosa das placas na gruta onde estavam as pinturas rupestres.

Paulo Junqueira, do Instituto Socioambiental, critica a falta de proteção das áreas depredadas. Ele coordena a equipe do Território Indígena do Xingu e diz que a intensificação do turismo na região da gruta deixou as gravuras rupestres sagradas ainda mais vulneráveis.

O Iphan aguarda a apuração da Polícia Federal para definir que medidas devem ser tomadas para a proteção do sítio arqueológico da Gruta de Kamukuwaká. Outras gravuras rupestres sagradas para os indígenas estão em galerias inferiores das grutas, cobertas por areia, mas visíveis em algumas épocas do ano.

http://radios.ebc.com.br/reporter-amazonia/2018/10/painel-com-gravuras-…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.