VOLTAR

Os silvícolas, do ângulo da realidade

Correio do Povo
Autor: Moysés Westphalen
15 de mar de 1963

Fome, doença, o vício, e a miséria, problemas disseminados entre os silvícolas pelos civilizados, levam os índios do Rio Grande do Sul ao extermínio. A atuação do SPI no Estado, tardiamente inicada em 1942, se funda na incapacidade relativa do índio, de modo que sua tutela tem o sentido de permitir ao índio incorporar-se progressivamente à sociedade contemporânea, uma pretensão que corresponde a impôr ao índio o ponto de vista do não-índio.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.