VOLTAR

"Os índios levam Exército à prontidão"

O Estado de São Paulo
06 de ago de 1987

Carta dos antropólogos Nádia Farage e Paulo Santili, expressando repúdio à matéria publicada no Estado de São Paulo no dia 17 de agosto de 1987, sob o título 'Exército à prontidão'. "No referido artigo, a recente invasão policial-militar à aldeia Makuxi de Santa Cruz, no Território de Roraima, foi caracterizada como uma ação legal para reprimir um atentado à propriedade", sendo que as áreas ocupadas são de ocupação imemorial dos povos indígenas que ainda a hoje a habitam. Em nota da redação, o jornal responde que a fazenda Guanabara teria título legal datado de 1918.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.