VOLTAR

Operação Chapada Sem Fogo desenvolve ações contra queimadas

Comunicação do Governo da Bahia - www.comunicacao.ba.gov.br
31 de ago de 2009

Antecipando as ações no período mais seco, quando anualmente é constatada a maior incidência de focos de incêndio, a operação Chapada Sem Fogo está em andamento na Chapada Diamantina. "É importante que todos estejam unidos contra um único inimigo comum, que é o fogo", conclama o coronel Miguel Filho, comandante do 11 Grupamento de Bombeiros Militares, sediado em Lençóis.

"O objetivo é sensibilizar a comunidade, para que o fogo não seja utilizado como uma forma de manejo do solo para o cultivo, e conscientizar a todos sobre o perigo de um incêndio em grandes proporções para a saúde das populações e o meio ambiente", afirma Fabíola Cotrim, técnica do Instituto do Meio Ambiente (IMA), que integra a equipe de fiscalização participativa, uma das oito equipes que estão monitorando a Chapada Diamantina.

Até dezembro, mês em que termina o período de estiagem e começam as chuvas, as equipes promovem reuniões em diversos municípios da Chapada Diamantina, com a participação de representantes do Instituto Chico Mendes, Ingá, Ebda, Defesa Civil, prefeituras, comunidades, agricultores e brigadistas voluntários. Essas reuniões vêm agregando centenas de pessoas às ações, que juntas desenvolvem alternativas de prevenção e combate ao fogo na região, conhecida mundialmente por abranger inúmeras unidades de conservação ambiental.

"As unidades de conservação são municipais, estaduais e federais e têm uma vasta biodiversidade, que precisa ser preservada e estudada, além de ser de grande relevância para todos", acrescenta Fabíola Cotrim, que destaca os pontos: APA Cerra do Barbado, APA Marimbuns/Iraquara, ARI Nascente do Rio de Contas, Parque Estadual Morro do Chapéu, Monumento Estadual da Cachoeira do Ferro Doido, entre outras.

Comitê Estadual de Prevenção

Em junho deste ano, o governador Jaques Wagner criou o Comitê Estadual de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais do Estado da Bahia, para coordenar os trabalhos. O Comitê Estadual de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais, no Estado da Bahia, é coordenado pela Secretaria do Meio Ambiente e reúne representantes da Casa Militar do Governador; Secretaria da Segurança Pública; Secretaria da Saúde; Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à pobreza; Secretaria da Educação; Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária; Secretaria de Turismo; Comando de Operações de Bombeiros Militares; e a Companhia de Polícia de Proteção Ambiental (Coppa). Além de agregar o apoio de órgãos ambientais federais, da Defesa Civil e das secretarias municipais das localidades que mais sofrem com o fogo.

Equipes de fiscalização atuam em tempo integral

Oito equipes do Instituto do Meio Ambiente (IMA) estão, em tempo integral, na operação Chapada Sem Fogo, fazendo um trabalho de fiscalização participativa na Chapada Diamantina. A região, uma das mais afetadas com os incêndios no ano passado, está sendo fiscalizada e monitorada pelas equipes, que vêm fornecendo apoio, orientando sobre as medidas de prevenção e fiscalizando as propriedades rurais onde os focos de incêndio já começaram a aparecer.

Este ano, as primeiras incidências de fogo foram identificadas no município de Rio de Contas, em 19 de julho, e comunicadas ao IMA pelo 11 Grupamento de Bombeiros Militares de Lençóis. Uma equipe foi ao local para dialogar com as comunidades, representantes das prefeituras, brigadistas voluntários e outras organizações ambientais, sobre os riscos das queimadas neste período e as práticas de prevenção.

"Em 2008, atuamos em mais de 21 municípios, de maneira emergencial, fazendo o combate ao fogo. Desde esse período, nos organizamos no sentido de realizar a prevenção, para que não haja reincidência de incêndios nessas áreas e novos focos sejam evitados", lembra a diretora de Fiscalização e Monitoramento Ambiental do IMA, Carla Fabíola, que tem monitorado pessoalmente a operação.

Os técnicos também estão indo às rádios locais, às escolas e propriedades rurais, num esforço conjunto pela conscientização de todos, para que não façam o uso de queimadas para o manejo do solo, principalmente neste período, entre agosto e dezembro, quando a umidade relativa do ar é muito baixa e o risco de incêndio é maior.

Bombeiros de Lençóis são capacitados em GPS

Bombeiros Militares do 11 Grupamento de Lençóis foram capacitados, em agosto passado, por técnicos do Instituto do Meio Ambiente (IMA) em Cartografia e Sistema de Posicionamento Global (GPS). O curso reuniu bombeiros, entre soldados sargentos e oficiais do grupamento, e três técnicos da Defesa Civil (Cordec).

"Existe uma grande necessidade de se localizar e quantificar as áreas de incidência de queimadas, por parte do Grupamento, utilizando aparelhos de GPS e softwares específicos de localização, que também servem para a produção de mapas, diz Joseval Almeida, um dos instrutores do treinamento.

O treinamento integra a operação Chapada Sem Fogo e ainda está prevista a capacitação de uma nova turma, do mesmo Grupamento de Bombeiros, para este mês de setembro.

Brigadistas de Rio de Contas recebem kits de combate ao fogo

Integrantes da operação Chapada Sem Fogo entregaram oito kits de combate ao fogo para os brigadistas Gaviões da Chapada, em Rio de Contas. Os equipamentos foram fornecidos pela Defesa Civil e cada kit é composto por enxada, abafador, machado, luvas, cantil, facão, bomba costal, apito, botas, blusão, calça e luvas especiais para o combate ao fogo.

Essa foi a primeira entrega de equipamentos aos brigadistas voluntários da Chapada Diamantina e está previsto o fornecimento de mais 150 kits, que serão disponibilizados pela Secretaria do Meio Ambiente do Estado da Bahia, ainda neste mês de setembro.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.