VOLTAR

OPAN PROMOVE SEMINÁRIO SOBRE "INTERFACE ENTRE TERRAS INDÍGENAS E UNIDADES DE CONSERVAÇÃO" EM LÁBREA, AM

OPAN - www.amazonianativa.org.br
21 de out de 2009

A Operação Amazônia Nativa (OPAN) realiza seu II Seminário Regional em Lábrea-AM, nos dias 21, 22 e 23 de outubro. O tema do seminário é: "Interface entre as Terras Indígenas e Unidades de Conservação". A proposta do evento é propiciar o acesso dos povos da floresta às informações, programas e instâncias governamentais ligadas aos temas de conservação e desenvolvimento sustentável, bem como fomentar a criação de redes e parcerias entre as ações desenvolvidas no interior das Unidades de Conservação e Terras Indígenas.

O conceito de desenvolvimento para a região amazônica não pode excluir a maior parcela da população, que é composta por homens e mulheres que tiram a sua subsistência da floresta. Historicamente isso tem se repetido. Foi assim nos ciclos da borracha e está sendo novamente onde a frente de expansão agropecuária já se instalou. Indígenas e ribeirinhos sofrem com a falta de apoio e perspectivas para a criação de modelos que permitam a manutenção das suas práticas tradicionais e agreguem melhorias em sua qualidade de vida.

Recentemente, Lábrea ganhou destaque negativamente por estar na lista dos municípios com os maiores índices de desmatamento no Amazonas. Ao mesmo tempo, o conjunto de terras protegidas que era formado por Terras Indígenas foi ampliado com a criação de Reservas Extrativistas e Florestas Nacionais. No entanto, ainda é preciso avançar na construção de um modelo adequado às potencialidades regionais.

Apesar do panorama desafiador as possibilidades para a criação de um modelo que permita aos povos da floresta estarem inseridos no processo de desenvolvimento como protagonistas e não mais como mão de obra barata. Os olhos do mundo estão voltados para a necessidade de preservação da Floresta Amazônica e com isso, o trabalho e os produtos antes pouco valorizados ganham importância no cenário mundial, por seu apelo ecológico e social.

Ao mesmo tempo ainda há muito que se avançar para que isso se torne uma realidade. Diante desses temas, a OPAN espera ao longo do seminário propiciar a partilha de informações, o acesso às instâncias governamentais e a formação de redes e parcerias entre indígenas e ribeirinhos da região do município de Lábrea.

Para tal estarão presentes representantes do movimento indígena local; Associação das Mulheres Indígenas do Médio Purus (AMIMP), lideranças das etnias Jarawara, Jamamadi, Apurinã , Paumari e das RESEX: Ituxi e Médio Purus. Entre os componentes das mesas de discussão estarão: Jecinaldo Barbosa Cabral - Secretário de Estado para os Povos Indígenas; Cleyton de Oliveira Martins Javaé - Coordenador Secretário da Coiab; Jorge Nascimento - Secretaria Nacional de Economia Solidária - MTE; Conselho Nacional dos Seringueiros-Lábrea; FUNAI NAL-Lábrea e ICMBio-Lábrea.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.