VOLTAR

O Xavante fugiu para dizer que seu povo que conhecer as cidades

Jornal da Tarde (São Paulo-SP)
08 de jun de 1973

Cereroê, Xavante de 24 anos, viajou a Brasília a fim de reivindicar maior liberdade para seu povo. Os padres salesianos não permitem que os indígenas saiam da reserva, o que é contrário à vontade da comunidade, que quer conhecer as cidades brasileiras, viajar e comerciar com os brancos. Segundo o que Cereroê pediu às autoridades da Funai, a comunidade indígena também precisa de apoio na pecuária e de cursos de especialização.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.