VOLTAR

O suplício das águas

Correio Braziliense (DF)
Autor: Karina Falcone
14 de nov de 1997

Foi criada uma CPI para apontar os culpados pela alta especulação imobiliária que está gerando um grande crescimento da cidade de Águas Lindas com construções em áreas proibidas. O povoamento desordenado e irregular de Águas Lindas, ao lado da Barragem do Descoberto, está poluindo a fonte de abastecimento de 60% das cidades do Distrito Federal e ameaçando o consumo de água de mais de 1 milhão de pessoas. Em menos de dez anos, Águas Lindas deu um salto populacional de 3 mil habitantes para 80 mil.

Investindo tudo no lugar errado
Pessoas estão comprando os terrenos em Águas Lindas, sem saber que estes se encontram em áreas de preservação ambiental. Pelas metas que a CPI está traçando, essas pessoas terão que encontrar outro lugar para construírem. O próprio prefeito da cidade também possui uma casa em área demarcada pelo Ibama.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.