VOLTAR

O governo do Estado esclarece sobre Caingangues

Correio do Povo-Porto Alegre-RS
20 de fev de 2002

O governo do Estado esclarece que a ação cível proposta pela Funai, de reintegração de posse aos índios caingangues, em uma área de 753 hectares no município gaúcho de Erebango, foi ajuizada em 1991. A ação recebeu parecer favorável do procurador-geral da República, Geraldo Brindeiro, esta semana, para que fossem tornados nulos os títulos de propriedade de imóveis rurais emitidos pelo governo.
De acordo com o Executivo gaúcho, 80 famílias de índios já residem na aldeia Toldo Ventarra. Desde 1999, o governo efetuou o pagamento de indenização a 13 famílias de agricultores que ocupavam essa reserva e reassentou outras 16.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.