VOLTAR

O delegado Tuma pode ser preso por desobedecer a Justiça

Jornal da Tarde (São Paulo - SP)
11 de jan de 1990

O delegado Romeu Tuma, superintendente da Polícia Federal, pode ser imediatamente preso em flagrante, por desobediência a uma determinação da Justiça. O procurador Aragão explica que em 20 de outubro expediu uma ação cautelar que determinou a retirada dos garimpeiros do território dos índios Yanomami, cujo cumprimento ficou a cargo da PF. No entanto, Tuma negociou com os garimpeiros e está destinando-os a outras áreas, que também pertencem aos indígenas, ao invés de retirá-los da região.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.