VOLTAR

Núcleos pela libertação dos índios e das mulheres

O Dia (Rio de Janeiro - RJ)
23 de abr de 1982

A nova proposta da Secretaria Nacional de Justiça e Não-violência é a formação de Núcleos de Resistência pela Libertação dos Povos Indígenas e da Mulher Brasileira, de modo a reverter sua situação na sociedade nacional. O grupo é liderado por vários bispos, pastores e chefes religiosos, e apoia diversos movimentos sociais, como o dos pequenos agricultores, dos posseiros, de mulheres, de faveladas, entre outros. A linha seguida pelo movimento é a da não-violência, de forma a evitar conflitos e lutar pela paz e contra a indústria bélica.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.