VOLTAR

Nova rede global de áreas protegidas

O Eco - www.oeco.com.br
Autor: Patrick Bodenham
18 de mai de 2010

O programa de áreas protegidas da Convenção das Nações Unidas sobre Diversidade Biológica (CDB) lançou um novo site no último dia 13 de maio para prover informação, ferramentas educativas e fóruns para especialistas sobre parques e reservas ao redor do globo. Até o momento, a ferramenta mais apreciada é currículo de aprendizado virtual, que contém um guia interativo sobre o programa da CDB, com temas como o desenho de redes de áreas protegidas, planejamento, gerenciamento financeiro e político. Espera-se que a ferramenta seja usado por gestores de unidades de conservação, tomadores de decisão e instituições de conservação.

Além disso, para a implementação bem sucedida de estratégias de redução de emissões por desmatamento e degradação florestal vai ser crucial interromper o crescimento das derrubadas. Áreas protegidas já provaram que reduzem significativamente o desmatamento, como mostra pesquisa conduzida na Amazônia brasileira, onde a probabilidade de derrubadas é de 7 a 11 vezes menor dentro de áreas protegidas do que fora delas.

Em 2004, os países membros da comprometeram-se com um programa amplo para áreas protegidas. Ele prevê o desenvolvimento da gestão e manejo de parques e reservas de forma que elas sejam ecologicamente representativas, mesmo que isso signifique romper fronteiras nacionais.

Conheça o site : http://www.cbd.int/protected/

http://www.oeco.com.br/blog-trajetoriafumaca

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.