VOLTAR

Nota de apoio e solidariedade dos Jiahui aos Povos Indígenas do Mato Grosso do Sul

Cedefes - http://www.cedefes.org.br
Autor: Moangathu Jiahui
31 de mar de 2014

O Povo Indígena Jiahui vem manifestar apoio aos povos indígenas do Estado de Mato Grosso do Sul, onde estão se manifestando quanto à falta de atendimento pela Saúde Indígena (Secretaria Especial de Saúde Indígena-SESAI). Estamos de acordo com a atitude que os parentes vêm tomando e apoiamos por que não só no Estado do Mato Grosso do Sul, mas em todas as regiões do Brasil os Povos Indígenas estão sofrendo e chegando até a óbito por falta de atenção e atendimento pelo Governo Federal através da SESAI.

O Povo Indígena Jiahui vem manifestar apoio aos povos indígenas do Estado de Mato Grosso do Sul, onde estão se manifestando quanto à falta de atendimento pela Saúde Indígena (Secretaria Especial de Saúde Indígena-SESAI). Estamos de acordo com a atitude que os parentes vêm tomando e apoiamos por que não só no Estado do Mato Grosso do Sul, mas em todas as regiões do Brasil os Povos Indígenas estão sofrendo e chegando até a óbito por falta de atenção e atendimento pelo Governo Federal através da SESAI.

As manifestações que os povos indígenas de Mato Grosso do Sul estão realizando fazem parte devido que somente fazendo esta mobilização os indígenas vão acionar o Governo para realizar os atendimentos para o povo que está sofrendo na pele e no dia a dia a falta de assistência de saúde para as crianças, jovens, adultos e velhos em suas aldeias de origem que é responsabilidade do Governo Federal dar a assistência conforme prevê a Constituição Federal de 1988, que garante os direitos aos povos indígenas (originários) do país. Assim apoiamos os parentes pela melhoria de saúde em sua região.

http://www.cedefes.org.br/?p=indigenas_detalhe&id_afro=11714

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.