VOLTAR

Nossos índios. Nossos mortos?

Tribuna de Mucajaí (Mucajaí - RR)
17 de jan de 1988

O editorial critica o governo de Roraima por defender garimpeiros, militares do Projeto Calha Norte, interesses do Estado, mas nunca interesses indígenas. Apesar da importância econômica do garimpo, que tem o potencial de diminuir a dependência financeira do governo federal, não se pode enriquecer às custas da vida de seres humanos. Os Yanomami correm risco de morte com a presença dos brancos em seu território, que é rico em ouro, pois trazem doenças e devastação da floresta. Pede-se pela demarcação da aréa indígena, e pela ajuda aos garimpeiros, que também vem sofrendo com a malária e violência.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.