VOLTAR

Nem o Parque Yanomami acaba com a influência de missionários

O Globo (Rio de Janeiro - RJ)
Autor: Adeildo Bezerra
16 de ago de 1987

A atuação de missionários entre os Yanomami do norte do Brasil, tem sido questionada por acusações de que as instituições religiosas tem interesse nas riquezas minerais, muito abundantes na região. A Igreja afirma que apenas trabalha para evangelizar os indígenas, mas há boatos de que esteja em curso uma conspiração para a criação de um Estado Yanomami soberano. O índio Davi, por sua vez, fala do contato com os brancos e dos perigos que isto traz para seu povo, não só por causa de epidemais, mas também devido às invasões de garimpeiros e mineradoras, e pede pela demarcação do território.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.