VOLTAR

Missão acusada vê índio feliz

Jornal do Brasil (Rio de Janeiro - RJ)
05 de jun de 1970

Representante de missão evangélica que atuava no Mato Grosso junto aos Xavante, cujas atividades foram suspensas pela Funai por denúncias de maltratos aos indígenas, afirmou, durante entrevista coletiva no Rio, que esse povo vive bem e feliz. O delegado da Funai, por sua vez, afirmou que suspendeu as atividades dessa missão após descobrir que os missionários queimaram artesanatos indígenas por considerarem "coisas do demônio".

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.