VOLTAR

Ministerio autoriza compra de milho transgenico

GM, Agronegocio, p.B14
04 de Mai de 2005

Ministério autoriza compra de milho transgênico
Os produtores de todo o País vão poder importar milho transgênico. Ontem, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento divulgou as normas para a internalização do produto no País. Segundo as regras, toda ração ou alimento que contiver o grão geneticamente modificado terá de ser rotulado.
Analistas de mercado acreditam que, se a regra for seguida, poderá inibir a importação e, com isso, elevar os preços do grão. Atualmente, no Sul do País, a commodity está cotada em R$ 21 a saca (60 quilos).
Produtores de aves e suínos do Rio Grande do Sul comemoraram a decisão do governo. Eles haviam solicitado a importação de 500 mil toneladas do grão. Na próxima semana, o setor deve encaminhar oficialmente o pedido, seguindo os trâmites burocráticos - que exigem a relação dos estabelecimentos e o volume utilizado.
"Vamos cumprir as normas, amas queremos que não seja necessária a rotulagem. A transgenia não é transmitida pela carne", diz Aristides Vogt, presidente da Associação Gaúcha de Avicultura (Asgav). Opinião diferente tem Luiz Murat, diretor de Relações com Investidores da Sadia. Segundo ele, o traço de transgenia permanece no produto. A empresa, atendendo seus clientes, não pretende utilizar o grão.

GM, 04/05/2005, p. B14

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.