VOLTAR

Mercado consumidor, o novo alvo dos ambientalistas

O Globo, p.9 (Rio de Janeiro - RJ)
13 de mar de 1998

A luta mais importante das organizações ambientais contra o corte predatório de madeira na Amazônia é a guerra de consciência com os grandes mercados consumidores de madeira (EUA e Europa), onde cresce a rejeição a madeiras tropicais de origem suspeita.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.