VOLTAR

Membros do conselho Gestor da APA de Murici são eleitos

SEMA/AL - www.semarh.al.gov.br
11 de dez de 2010

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) instituiu nesta quinta-feira (09) a eleição dos membros que farão parte do Conselho Gestor da Área de Proteção Ambiental (APA) de Murici. O conselho é estruturado por 66 conselheiros, sendo 33 titulares e 33 suplentes compostos por membros da sociedade civil e poder público.

O processo eleitoral foi iniciado em 16 de novembro por meio de inscrições para a escolha de instituições habilitadas a participarem do Conselho Gestor da APA, que ficará responsável em acompanhar o monitoramento da área, realizar denúncias e desenvolver ações para a preservação da área ambiental.

A APA de Murici é considerada a mais extensa com uma área de aproximadamente 116 mil hectares que abrange os municípios de Messias, Murici, Branquinha, União dos Palmares, São José da Laje, Ibateguara, Colônia Leopoldina, Novo Lino, Flexeiras e Joaquim Gomes.

Devido à dimensão da área, um maior número de conselheiros foi capacitado para fiscalizarem toda a região. Segundo o gestor da APA de Murici, Ykson Emery com a formação do conselho, o objetivo será de continuar com as ações de monitoramento constante e trabalhar com o IMA e a Semarh nas ações de monitoramento, fiscalização e educação ambiental.

"A maior dificuldade da APA de Murici está relacionada às queimadas e desmatamento, para isso será preciso trabalhar na prevenção de incêndio e buscar ações que combatam a esses crimes ambientais", afirma Ykson Emery durante a eleição dos conselheiros que interagiram em fomentar projetos para solucionar estes problemas.

Estiveram presente para a realização do processo eleitoral, as ONGs: IFOSPAN (Instituto de Formação Social e Pesquisa Ambiental), AMANE (Associação para Proteção da Mata Atlântica no Nordeste), Movida, OPA (Organização de Preservação Ambiental), AAPA (Associação dos Amigos do Portal Alvorada), Técnicos da Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), as Organizações Comunitárias COOPF e FETAG e empresários da RPPN Osvaldo Timóteo e destilaria Porto Alegre.

A posse do Conselho Gestor está prevista para janeiro de 2011, onde será apresentado o diagnóstico da área, bem como será discutido o regimento interno. Além disso, também está previsto a criação de uma nova Unidade de Conservação no bioma da Caatinga.

Unidades de Conservação - Nos últimos anos, a Semarh e o IMA instituíram as Áreas de Proteção Ambiental (APA): Marituba do Peixe, Santa Rita, Pratagy, Catolé e Fernão Velho e Murici, além das Reservas Ecológicas (RESECs) de Roteiro e Saco da Pedra. Todas essas áreas de proteção garantem espaços territoriais ecologicamente relevantes e dotados de instrumentos de preservação e uso sustentável dos recursos naturais.

http://www.semarh.al.gov.br/noticias/membros-do-conselho-gestor-da-apa-…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.