VOLTAR

Marina critica violência contra índios e quer apuração

Campo Grande News - http://www.campogrande.news.com.br/canais/view/?canal=5&id=274022
Autor: Fernanda França
23 de nov de 2009

A senadora Marina Silva, pré-candidata do PV à presidência da República, repudiou hoje a violência contra índios em Mato Grosso do Sul como alternativa para solucionar conflitos agrários no Estado.

Ela defendeu uma força-tarefa para elucidar a morte do professor indígena Genivaldo Verá e o sumiço de seu primo, Olindo Verá.

"É fundamental que o Ministério Público, a Polícia Federal, o Ministério da Justiça trabalhem no sentido de fazer uma investigação justa, para que os culpados sejam punidos e que tenha fim esse processo de violência", declarou, durante reunião com movimentos sociais, na Câmara Municipal de Campo Grande.

"É fundamental que a Funai, junto com Ministério Público e Ministério da Justiça trabalhem juntos, façam uma verdadeira força-tarefa para promover o diálogo e a partir dele, buscar formas corretas e legais de resolver esses conflitos sociais", complementou.

Os dois professores desapareceram no dia 31 de outubro, durante um confronto com supostos seguranças contratados para retirar os indígenas de uma fazenda.

A secretaria de Segurança Pública do Estado já confirmou a morte de Genivaldo, mas seu primo ainda não foi localizado.

O próprio governador André Puccinelli deu detalhes sobre a morte, na sextra-feira passada. Segundo ele, Genivaldo foi jogado no rio já sem vida, vítima de um golpe contra o peito do professor, provavelmente com uma barra de ferro.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.