VOLTAR

Marcação cerrada

FSP, Brasil, Painel, p. A4
Autor: NAVARRO, Silvio
04 de nov de 2009

Marcação cerrada

Silvio Navarro (interino) - painel@uol.com.br

Alvo de críticas do Planalto pela paralisação de obras do PAC, o Tribunal de Contas da União aprovou duas auditorias que apontam má gestão na área ambiental do governo. A temática verde, tratada ontem em reunião ministerial, é prioritária em Brasília devido à conferência de Copenhague sobre mudanças climáticas, em dezembro.
O tribunal detectou que o governo devolveu US$ 8,4 milhões a países doadores porque perdeu o prazo para aplicar o dinheiro na proteção de florestas. Em outro acórdão, o ministro Aroldo Cedraz -autor de decisões pela suspensão de obras do PAC- classifica como "insuficientes" e sem gerenciamento as políticas de combate à emissão de gases-estufa na Amazônia.

Verde.

A auditoria que trata do projeto de proteção das florestas detalha falta de estrutura do Ministério do Meio Ambiente, no período de 2002 a 2008. Entretanto, o TCU ressalva que o problema é sistêmico e que os doadores internacionais têm avaliação positiva do programa.

FSP, 04/11/2009, Brasil, Painel, p. A4

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.