VOLTAR

Maioria dos índios morre de fraqueza

Folha da Tarde (SP)
28 de jul de 1970

Segundo o médico Luís Carlos Tessera de Farias, do Hospital de Redentora, os Guarani da área Guarita, no Rio Grande do Sul, esão debilitados a ponto de morrer de gripe, sarampo e outras doenças causadas por fraqueza, verminose, bronco-pneumonia e desidratação. Ele declarou, ainda, que o tenente Hermínio Oscar dos Santos limitou as visitas médicas à aldeia a duas vezes por mês.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.