VOLTAR

Madeireira é flagrada em área indígena

Correio Braziliense (Brasília - DF)
18 de fev de 1993

Funcionários da Funai e do Ibama, que em cumprimento a uma ordem judicial faziam o bloqueio de estradas clandestinas em áreas indígenas do sul do Pará, flagraram uma quarta madeireira retirando mogno daquele território. É a Copajá Indústria, Comércio, Importação e Exportação de Madeiras Ltda, que vem agindo desde junho do ano passado na parte norte da área indígena Trincheira Bacajá, mantendo inclusive negociações com os índios.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.