VOLTAR

Lupércio diz que sangue de índio corre em suas veias

A Crítica, p. A-5 (Manaus - AM)
07 de abr de 2000

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALE) e do Parlamento Amazônico, Lupércio Ramos (PFL), tentou minimizar o efeito de sua frase "o índio não é pessoa humana", pronunciada durante entrevista coletiva. Lupércio chegou a afirmar que tem até "sangue índio" em suas veias, já que nasceu Tocantins, onde grande parte da população é indígena. A Coordenação de Apoio aos Índios Kokama-Coiama protestou contra as declarações do deputado, afirmando que se trata de "discriminação e ódio contra os índios da Amazônia". Além deles, há uma caravana de indígenas se dirigindo a Porto Seguro, para protestar contra a comemoração oficial dos 500 anos do Brasil, onde aproveitarão para protestar junto à imprensa internacional contra as declarações de Lupércio.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.