VOLTAR

Lula ligou diretamente para Minc aceitar o convite

www.miriamleitao.com
Autor: Miriam Leitão
15 de mai de 2008

Quem convenceu Carlos Minc a aceitar o ministério foi o próprio presidente da República. Foi assim: o presidente ligou para o governador Sérgio Cabral ontem, às 10h10, e insistiu no convite. Cabral disse que tinha entendido pelo noticiário que seria o ex-governador Jorge Viana. Lula respondeu que queria o Minc.

O governador ligou para Paris, mas Minc pediu para pensar. O secretário da Presidência, Gilberto Carvalho, ligou uma vez. Ligou uma segunda vez, e Minc dizia que estava pensando. Às 16h, o presidente Lula ligou diretamente e aí o secretário aceitou.

E quais são os riscos e desafios que Carlos Minc vai enfrentar? O que fez ele pensar tanto? São muitos desafios. O desmatamento da Amazônia, por exemplo, que tinha caído, voltou a subir. O próprio governo criou reservas que estão paradas na Casa Civil, como a reserva extrativista do Xingu, onde a violência está aumentando.

O Conselho Monetário Nacional aprovou uma resolução dura sobre financiamento na Amazônia, mas os ruralistas querem mudar isso. No Congresso, tenta-se aprovar uma mudança nas leis que pode aumentar ainda mais o desmatamento. Nada disso se enfrenta com um ministério enfraquecido.

O ponto forte de Carlos Minc é que ele tem muita sensibilidade para o problema ambiental urbano, mas sua falha é que ele não é especialista em Amazônia, o centro do nosso problema ambiental.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.