VOLTAR

Líderes do Alto Xingu pedem ampliação de parque indígena ao presidente da Funai

Radiobrás
30 de jul de 2007

A ampliação do Parque Indígena do Xingu foi uma das principais reivindicações de líderes indígenas ao presidente da Funai - Fundação Nacional do Índio, Márcio Meira, no último fim de semana. O parque, que tem quase 30 mil quilômetros quadrados, foi criado em 1961 com um território muito menor do que o inicialmente previsto, e nas quatro décadas seguintes teve áreas incorporadas. O cacique Aritana, dos Yaualapity, explica o que foi levado pelos xinguanos ao presidente do órgão federal. "O sul do parque, aqui, tem uma área que já está em processo, faz tempo, mas não está homologada ainda", disse. "E desse lado aqui (a divisa leste do parque) tem uma área que a gente chama de 'ziguezague', porque ela é toda tortinha, ninguém sabe direito onde termina o parque, se o fazendeiro já está dentro, nada disso. A gente quer que fique reta, para fiscalizar melhor." Outra preocupação expressa por Aritana é com a preservação da tradição cultural dos povos do Xingu. "Ele (Meira) está vendo pessoalmente o que a gente sempre faz, essa cultura.

Ele tem que reconhecer e manter isso para sempre, isso é o que a gente quer." No fim de semana os índios fizeram várias exibições festivas. Segundo Márcio Meira, o pedido de redefinição territorial será avaliado. "Essa é uma atribuição e uma obrigação constitucional da Funai, estamos examinando", disse. "Vamos fazer isso sempre que os índios colocarem essas demandas, com o cuidado, obviamente, de primar pelo bom senso e pelo resguardo dos direitos dos povos indígenas." Para Meira, é necessário que todos os setores da sociedade na região sejam conscientizados sobre a importância de preservar os cursos d'água que formam o Rio Xingu. Com relação às s hidrelétricas e outros grandes projetos previstos pelo governo para a Amazônia, como a usina de Belo Monte, no Baixo Xingu, ele diz que a Funai atuará com a preocupação de conciliar desenvolvimento e respeito ao meio ambiente e aos direitos dos povos indígenas. Foi a primeira reunião de Meira, que tomou posse em março, com os líderes do Alto Xingu.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.