VOLTAR

Líder Xucuru deixa legado de igualdade

HOME PAGE O JORNAL- AL
Autor: Carolina Sanches
14 de out de 2007

Maninha Xucuru Kariri foi ícone da luta pela demarcação de terras e pela igualdade étnica no Brasil.

"A sociedade tenta negar suas origens indígenas. Eles tomaram nossas terras, nossas línguas e nossas crenças. Hoje, nós sabemos quem nós somos, quais são os nossos direitos e a posição que queremos ocupar na história", disse, ao ser indicada ao Prêmio Nobel da Paz de 2005.

Palmeira dos índios - Respeitada entre indígenas e movimentos sociais, Etelvina Santana da Silva, conhecida como Maninha Xucuru Kariri, lutou toda sua vida pela igualdade às aldeias, demarcação das Terras e a liberdade dos povos.

Considerada uma referência nas comunidades indígenas do país, Maninha enfrentou preconceitos, resistências e
ajudou a construir a Organização de Mulheres Xucuru-Kariri. Na aldeia Mata da Cafurna, local onde viveu, ela conquistou o respeito de toda sociedade.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.