VOLTAR

Justiça nega pedido contra a demarcação

A Gazeta
23 de mai de 1995

O juiz Alexandre Laranjeira negou medida cautelar às 700 famílias de posseiros que ocupam a Fazenda Suiá Missu. Eles pleiteavam impedir a demarcação na reserva indígena Maraiwatsede, de índios Xavante. Laranjeira entende que os posseiros não têm direito a permanecer na área, já que a titulação concedida pelo Estado na década de 60 ocorreu à revelia da legislação. O presidente da Câmara Municipal de Alto Boa Vista, Deuzimar Carmo (PDT), disse que os posseiros podem partir para a violência caso sejam retirados.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.