VOLTAR

Justiça não libera chacinador de índios

Correio do Brasil (Brasília-DF)
30 de mai de 1988

Ao entender que a chacina dos índios Ticuna, que ocorreu na região do Capacete no município de Benjamin Constant no estado do Amazonas, não aconteceu em terras da União e sim em terras particulares, o Tribunal Federal de Recursos julgou prejudicado um novo "habeas corpus", impetrado pelo fazendeiro Oscar Castelo Branco, acusado de ser mandante do massacre.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.