VOLTAR

Juruna e líderes Xavantes sugerirão ao novo Governo outro presidente para Funai

Jornal do Brasil (Rio de Janeiro/RJ)
22 de nov de 1978

Mário Juruna vai à Brasília com alguns objetivos, dentre os quais sugerir novo presidente para a Funai, cobrar verba do Projeto Xavante e se informar sobre a questão da emancipação indígena.
A reivindicação por uma nova presidência na Funai denotam rompimento com as políticas de Ismarth, a quem Mário apoiava até 1977. O desentendimento desenrolou quando o presidente afirmou que Mário não era índio nem branco.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.