VOLTAR

Juíza vai decidir conflito de terra em Rio Tinto na 5ª feira

O Momento (João Pessoa - PB)
19 de mar de 1988

Após liberar cacique potiguara preso por 30 horas, juíza Maria de Fátima Maranhão promete resolver conflito na Terra Potiguara. Em manifesto, os Potiguara denunciam a prisão arbitrária do cacique e violência policial como tentativas de perseguição à comunidade, em luta pela terra.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.