VOLTAR

Italianos compram área no Acre para criar reserva extrativista

Jornal do Brasil (Rio de Janeiro - RJ)
07 de jul de 1989

A Ordem dos Biólogos Italianos lançou ontem uma campanha de contribuições populares para a constituição de um fundo que permitirá a compra de terras no Acre, onde será criada a reserva extrativista do Rio Tejo e instalado o "primeiro laboratório europeu biológico". O projeto foi elaborado em colaboração com técnicos do BNDES, professores de diversas universidades e membros do Conselho Nacional dos Seringueiros.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.