VOLTAR

ISA promove II Expedição de Restauração Florestal nas cabeceiras do Xingu

ISA - http://www.socioambiental.org
20 de set de 2011

Com o objetivo de fomentar a discussão do aprimoramento das técnicas de recuperação de áreas degradadas que estão sendo aplicadas em Canarana (MT) e região, o ISA promoverá entre os dias 3 e 8 de outubro a II Expedição de Restauração Florestal nas Cabeceiras do Xingu. A série de visitas, que acontece no âmbito da Campanha Y Ikatu Xingu, reunirá técnicos e pesquisadores de várias partes do Brasil para trocar experiências e qualificar o trabalho que vem sendo realizado na região. Os participantes conhecerão iniciativas de restauração florestal nos municípios de Canarana, Querência e São José do Xingu, todos localizados no nordeste do Mato Grosso.

"Focamos os convites em pessoas que possam contribuir para essa discussão, trazendo as experiências que têm realizado em suas regiões de origem para que possamos avançar nos trabalhos na área em todo o Brasil", destaca a técnica do ISA Natalia Guerin.

Espera-se, com o evento, que melhores soluções sejam encontradas para realizar a restauração em pequena, média e larga escala - desde a coleta de sementes até o manejo das áreas. Em cinco anos de campanha, mais de dois mil hectares de áreas degradadas na bacia do rio Xingu no Mato Grosso entraram em processo de restauração.

"Nosso trabalho é inovador em várias frentes, mas sabemos que carece de muitas melhorias. Nosso intuito é dividir isso com esse grupo de pessoas para que juntos possamos pensar em soluções e conhecer outros arranjos e técnicas", explica José Nicola Costa, biólogo do Programa Xingu, do ISA, e responsável pela Rede de Sementes do Xingu. "É possível ainda fomentarmos a colaboração mais efetiva dentro desse grupo. Depois da visita da equipe da TNC [The Nature Conservancy] em abril, já foi lançada a ideia de nos reunirmos anualmente, aproveitando congressos e simpósios, para discutirmos os avanços e novos desafios da restauração florestal, dentro daquilo que está sendo efetivamente realizado", completa (saiba mais: http://www.socioambiental.org/nsa/detalhe?id=3292).

Durante a expedição, os participantes acompanharão as etapas do processo de restauração: da chegada das sementes ao plantio. Poderão visitar também áreas com diferentes idades e estágios de recuperação, o que possibilitará acompanhar a evolução da vegetação com a utilização da técnica da semeadura direta.

Atualmente, as restaurações florestais no âmbito da Campanha Y Ikatu Xingu já estão presentes em 14 municípios de Mato Grosso: Canarana, Água Boa, Barra do Garças, Vila Rica, Gaúcha do Norte, Querência, Bom Jesus do Araguaia, São Félix do Araguaia, Canabrava do Norte, São José do Xingu, Santa Cruz do Xingu, Marcelândia, Cláudia e Nova Mutum.

http://www.socioambiental.org/noticias/nsa/detalhe?id=3412

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.