VOLTAR

ISA e Museu de Viena apresentam exposição virtual reunindo acervos de culturas materiais indígenas

ISA- https://www.socioambiental.org
21 de jul de 2016

Ao longo dos séculos XIX e XX, diversos objetos indígenas chegaram ao Weltmuseum Wien antigo Museu de Etnologia de Viena, pelas mãos de exploradores e pesquisadores que percorreram diferentes pontos da América do Sul. Eles agora podem ser vistos em uma exposição virtual no site Povos Indígenas no Brasil graças a uma parceria firmada entre o museu e o Instituto Socioambiental (ISA).

As coleções agora disponíveis na exposição virtual do site Povos Indígenas no Brasil são compostas por objetos de quatro povos indígenas em diferentes períodos: Karajá, do Tocantins, Pará, Mato Grosso e Goiás; dos Panará, do Mato Grosso e Pará; dos Wajãpi, do Amapá, Pará e Guiana Francesa; e dos Wari', de Rondônia. Nos verbetes de cada um dos povos, os visitantes encontrarão informações mais detalhadas na seção sobre cultura material.

Na primeira leva, a exposição traz mais de 100 imagens de objetos do cotidiano desses povos que se originaram em diferentes contextos - de expedições científicas a compras pessoais - e datam de diversos momentos dos séculos XIX e XX, contemplando, no caso dos Wari', objetos do período anterior ao contato oficial. São bolsas e recipientes com diversas finalidades, ornamentos, armas de caça e de guerra, brinquedos, incluindo algumas Ritxòkò, bonecas do povo Karajá, entre outros. E novas imagens serão incorporadas à mostra.

Cada coleção traz também um texto introdutório escrito pelos pesquisadores do Weltmuseum, Cássio de Figueiredo e Claudia Augustat, com outras informações relevantes.

https://www.socioambiental.org/pt-br/blog/blog-do-monitoramento/isa-e-m…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.