VOLTAR

Instituto Socioambiental e CONAQ pretendem fortalecer necessidade do Cadastro Ambiental Rural Quilombola através de coordenações

Conaq - http://conaq.org.br/noticias
25 de Nov de 2021

Instituto Socioambiental e CONAQ pretendem fortalecer necessidade do Cadastro Ambiental Rural Quilombola através de coordenações

Por Jéssica Albuquerque
25 nov

A demora quanto ao retorno referente ao questionário do CAR coletivo quilombola, tem evidenciado as problemáticas existentes nos quilombos onde vão desde as dificuldades de acesso a internet até às disputas pelos territórios.
Tal preocupação se ratifica uma vez que, mesmo certificando-se da existência dos quilombos, a região Norte e o Estado do Rio Grande do Sul ainda apresentam números abaixo em relação às devolutivas.
Diante disso, traçar estratégias para fortalecer o preenchimento do questionário em regiões que nitidamente ainda desconhecem o processo até mesmo do CAR, é necessária a partir da importância de fazer esse acompanhamento, visto que o caminho para desenvolver essa pauta ainda requer pertinência e desconstrução.
"Essas respostas são importantes para a gente ver quem está fazendo seu próprio CAR, ou se foram empresas que fizeram, ou poder público, para termos um panorama das lacunas que existem nesse processo de levantamento. Se conseguirmos balancear as outras regiões, ficará mais próximo do número equivalente aos quilombos", reforça Selma Gomes.
Atrelado à invisibilidade e falta de acesso, abordar o Cadastro Ambiental Rural Quilombola, é chocar-se com a variedade quanto ao aprofundamento do mesmo, ademais por estar vinculado à regularização fundiária, sendo esta uma das demandas de maior discussão dentro e fora dos quilombos.
Vale ressaltar que em relação ao questionário, o mesmo deve ser respondido por todos os quilombos, nos quais através dele poderão determinar um panorama da situação acerca do Cadastro, onde mesmo com inúmeras dúvidas, estas podem ser sanadas a partir dos direcionamentos dados através das respostas dos mesmos.
"O CAR nos trará um posicionamento, porque ele mostra como as políticas públicas estão sendo tratadas, ou seja nossos povos não estão sendo beneficiados, e o CAR é apenas dos vários problemas ignorados pelos responsáveis quando se trata de territórios quilombolas", pontua Chagas ao fazer uma análise sobre a situação.
Como estratégia de mobilização, a proposta é fomentar a população quilombola por meio das coordenações dado a proximidade que as mesmas têm com os quilombos, onde o enfrentamento quanto à urgência do cadastramento se faz pertinente, devido às ameaças existentes nos quilombos.

http://conaq.org.br/noticias/instituto-socioambiental-e-conaq-pretendem…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.