VOLTAR

Índios Tingui-Botó reivindicam ampliação de suas terras

Ultimas Noticias site da Funai
21 de fev de 2001

Cerca de treze índios Tingui-Botó, de Alagoas, estão em Brasília, desde a semana passada. Eles vieram reivindicar a criação de um Grupo de Trabalho para proceder estudos antropológicos, com vistas à ampliação de suas terras. Eles ocupam, hoje, uma área de 122 ha, dividida em três glebas, umas da quais, adquirida pela própria comunidade. A terra que eles possuem é insuficiente para a sobrevivência física e cultural do grupo, haja vista que ele é formado por cerca de 500 pessoas, que precisam de tirar dessa terra o seu sustento.

A terra pretendida pelos índios é ocupada, hoje, pela Fzda. Ipióca, contígua às suas. É nessa fazenda que eles querem que sejam feitos os estudos, para comprovar a tradicionalidade da ocupação Tingui-Botó. A Funai já comprometeu-se com o grupo e irá proceder os estudos técnicos competentes, com previsão para o próximo exercício.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.