VOLTAR

Índios são preparados para cuidar da ordem nas tribos

Jornal do Brasil (Rio de Janeiro - RJ)
23 de nov de 1969

A criação da Guarda Rural Indígena (Grin), logo com o fim do SPI e o surgimento da Funai, articulada pelo capitão Manoel dos Santos Pinheiro, chefe da ajudância Minas-Bahia da Funai aparece com a finalidade de, segundo o próprio capitão, permitir que os indígenas se protejam da invasão e corrupção que a presença dos brancos oferece à cultura indígena. A escolha dos indígenas que comporiam a Grin se daria através de critérios como a ausência do que ele chama de maus costumes (vícios em drogas e comportamentos violentos), a relação com as lideranças e os caciques etc., sendo cada um deles submetidos a uma formação onde mesclam-se elementos das "leis dos brancos" e das decisões do Conselho de Anciães indígena.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.