VOLTAR

Índios são mantidos como escravos em fazenda de Goiás

O Popular, p. 3 (Goiânia - GO)
Autor: BORGES, Carla
01 de mar de 2000

Um grupo de 22 indígenas Xakriabá, da TI Xakriabá Rancharia, foi encontrado pela Funai em situação de trabalho escravo em uma fazenda de Goiás. Os índios foram libertados, assim como outros agricultores não-indígenas, que também passavam por essa situação. O dono da fazenda, Antônio Ribeiro de Almeida Neto, foi obrigado a pagar todos os direitos trabalhistas, sem nenhum desconto, e alugar um ônibus para levar os indígenas e os agricultores de volta para Minas Gerais. Segundo avaliação da antropóloga Sílvia Tafuri, da Funai, a ação de aliciadores desses índios deve ter sido facilitada pelos graves problemas de falta de água enfrentados pela etnia em Minas Gerais. Ela acredita que a solução para esse tipo de problema será a inclusão dos Xakriabá em programas de irrigação.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.