VOLTAR

Índios reagem contra construção da represa

A Crítica (Manaus - AM)
23 de fev de 1989

O diretor de Planejamento da Eletronorte, José Antônio Muniz Lopes, anunciou no I Encontro dos Povos Indígenas do Xingu que o governo brasileiro não abrirá mão da construção da hidrelétrica a 60 quilômetros de Altamira. Tal afirmação provocou a ira dos indígenas, que ameaçaram Muniz Lopes com bordunas e facões.

O Governo Federal não encaminhará essa semana o pedido de suplementação orçamentária às Forças Armadas para a retirada de cerca de 60 garimpeiros ilegais de terras Yanomami.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.