VOLTAR

Índios querem "mãe-terra" de volta

Gazeta de Alagoas
Autor: Fernando Vinícius
30 de set de 2007

Palmeira dos Índios - Um povo em busca de preservar a própria identidade, direito que necessariamente passa pelo retorno à terra natal. Esta é a luta de 93 famílias de índios desaldeados, pessoas que vivem precariamente em bairros da periferia de Palmeira dos Índios, cada vez mais distantes do modo de vida que lhes devolveria a dignidade.
Formado por mais de 300 membros, os Xucurus-Palmeira - uma dissidência da etnia Xucuru-Kariri - reivindicam o retorno à "mãe-terra" há quase 30 anos, conquista que parece mais perto de ser alcançada.

Posse de território gera conflitos entre tribos
Os Xucurus-Palmeira são dissidentes da etnia Xucuru-Kariri, atualmente dividida em sete aldeias, todas situadas em Palmeira dos Índios. A convivência pacífica foi substituída por desentendimentos que envolvem a ocupação de territórios ancestrais.

"No passado, todos nós vivíamos bem, todo mundo comia no mesmo prato. Eu fazia parte, junto com minha família, da aldeia Mata da Cafurna, ajudamos a reconhecer a aldeia Serra do Capela, depois moramos na Cafurna de Baixo, esse pessoal todo era amigo nosso. Depois que formamos o nosso grupo, mesmo sendo índios desaldeados, e passamos a fazer as nossas reivindicações independentes, eles deixaram de apoiar a gente", diz o líder dos Xucurus-Palmeira, cacique Xiquinho.

Tradição preservada garante identidade
Palmeira dos Índios - Apesar de desaldeados, vivendo fora das terras que já foram ocupadas pelos antepassados, os Xucurus-Palmeira mantém o principal traço da identidade indígena: o conhecimento das tradições religiosas e a língua nativa, denominada macro-je.

Por seu domínio da herança cultural, o cacique Xiquinho foi convidado a orientar os Karapotós que vivem na aldeia Taboado, localizada no município de São Sebastião.

Estado não demarca território
Arapiraca - Autor da recomendação que devolveu aos índios desaldeados o acesso à saúde, o procurador Rodrigo Tenório critica a excessiva lentidão relacionada à demarcação de terras indígenas, situação provocada por interferências que não teriam fundamentação técnica.

"Palmeira dos Índios, se não for a pior, é uma das mais complicadas situações de demarcação de terra do País. Já houve cinco grupos de trabalho da Funai que não foram levados a termo", estudos que se arrastam desde a década de 1980.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.