VOLTAR

Índios prestam vestibular em Belém do Pará

Folha de S. Paulo (São Paulo - SP)
26 de jan de 1980

Entre os inscritos para o vestibular da Universidade Federal do Pará, há trinta indígenas, sendo a maioria dos grupos Maku e Tukano, que concorrem a vagas para diversos cursos. Para o brigadeiro Protásio Lopes de Oliveira, comandante do 1o Comando Aéreo Regional, o objetivo da preparação dos indígenas para a Universidade é a habilitação para os projetos de capacitação de recursos humanos voltados ao ensino nos municípios de Barcelos, Santa Isabel e São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.