VOLTAR

Índios ocupam fazenda por demarcação de terras em AL

Ambiente Brasil
07 de mar de 2008

Noventa e quatro famílias de índios da tribo Xucuru-Kariri ocuparam na madrugada de quinta-feira (6) as terras da fazenda Buenos Aires, no município de Palmeira dos Índios, a 133 quilômetros de Maceió. A propriedade pertence ao empresário e ex-presidente da Associação Comercial de Alagoas Noé Simplício, que ainda não se manifestou sobre a ocupação. Eles afirmam que pretendem permanecer na área ocupada por tempo indeterminado, até que sejam retomadas as negociações para a demarcação de suas terras.

Os índios divulgaram uma carta aberta à imprensa onde dizem que "lutam para que o Departamento de Assuntos Fundiários (DAF) - órgão vinculado à Fundação Nacional do Índio (Funai) - regularize a situação das terras da tribo em caráter emergencial". Os índios alegam que as terras pertencem a seus ancestrais e devem ser demarcadas, "como determina a Constituição da República Federativa do Brasil de 1988".

"Vamos esperar pacificamente a expectativa de uma solução definitiva, sobre as terras dos nossos antepassados, resistindo, produzindo e transformando a terra em um lugar melhor para todos", afirmou um dos caciques. Os chefes da tribo fazem ainda uma convocação aos demais povos indígenas para integrarem o movimento. Em Palmeira dos Índios, os Xucuru-Kariri habitam aldeias na Mata da Cafurna e na Fazenda Canto. Por isso, os fazendeiros da região estão em alerta temendo novas ocupações.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.