VOLTAR

Índios ocupam e fazem reféns no Pará

Correio Braziliense (Brasília-DF)
08 de ago de 1995

Cerca de 40 índios Kayapó, liderados por Raoni, estão ocupando a casa de hóspedes da empresa goiana Ensa no sul do Pará. O grupo também mantêm três pescadores como reféns. Sua reivindicação é a presença do presidente da Fundação Nacional do Índio, Dinarte Nobre de Madeiro, para discutir as invasões às reservas do Xingu, onde vivem cerca de 1400 Kayapó.
Megaron, que é sobrinho de Raoni e funcionário da Funai, as invasões por pescadores já foram denunciadas ao órgão, que continuou omisso.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.