VOLTAR

Índios no Espírito Santo resgatam produção de mel de abelhas sem ferrão

Organic News Brasil https://www.organicsnewsbrasil.com.br
Autor: Vera Moreira
08 de jan de 2018

Nas terras indígenas Tupinikim e Guarani, na região de Aracruz no estado do Espírito Santo, a Tupygua produz mel de abelhas nativas sem ferrão. O resultado é um mel leve de Uruçu Amarela, extraído da Restinga, Capoeira ou do Tabuleiro, ecossistemas da Mata Atlântica.

São cerca de 60 famílias que produzem o mel, mais ácido que o convencional, mantendo a biodiversidade local, com venda diretas ao consumidor em: feiras, empórios e mercados municipais.

Com embalagens elegantes, em vidros ou potes, todos os produtos vêm com informação sobre as tribos e a conservação da Mata Atlântica, num trabalho de educação ao consumidor e valorização do produto natural.

Esse mel é usado na gastronomia dos grandes centros urbanos. Os Chefs, que começam a valorizar os ingredientes sustentáveis, são convidados a colocar a mão na massa, ou melhor, a colher o mel no local dos apiários, em Aracruz.

Veja o vídeo, divulgado no Instagram do Tupygua, que mostra o Chef Elton Junior, do Restaurante Dalva & Dito (de Alex Atala), de São Paulo, e a cozinheira Mari Lemos Garcia colhendo mel: https://www.instagram.com/tupygua/

https://www.organicsnewsbrasil.com.br/negocio/indios-no-espirito-santo-…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.