VOLTAR

Índios não fazem acordo sobre usina em reserva

O Globo (Rio de Janeiro-RJ)
03 de abr de 1985

Os índios Kaiabi e Apiaká deixaram claro, numa tensa reunião realizada na sala da Presidência das Centrais Elétricas Mato-Grossenses (Cemat), a disposição de evitar a todo custo a violação do salto do Rio dos Peixes. A construção de uma hidrelétrica na região seria um desrespeito à terra que consideram sagrada.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.