VOLTAR

Índios isolados da Amazônia são afetados por invasões de narcotraficantes e madeireiros

Adital - http://www.adital.com.br
01 de abr de 2014

Narcotraficantes e madeireiros ilegais invadiram uma base de proteção territorial da Funai (Fundação Nacional do Índio), no Estado do Acre, e deixaram índios isolados da Amazônia abandonados à própria sorte. A denúncia é da organização Survival International. Os índios, perto do Rio Xinane. no Acre, estão perto da fronteira com o Peru, onde ativistas vêm denunciando, há muito tempo, a escala de extração ilegal de madeira em terras de índios isolados, afirma a entidade.

Relata-se que o grupo, recentemente fotografado do ar pela Survival, também enfrenta uma séria ameaça de uma estrada construída na área pelo Governo do Acre. Organizações indígenas da região disseram que isso poderia devastar os índios isolados do Rio Xinane. No passado, projetos de construção de estradas na Amazônia têm dizimado inúmeras tribos.

José Carlos dos Reis Meirelles, especialista que trabalha para proteger a terra desses índios isolados, alertou: "Caso [o avião] tenha dado rasante nas malocas, é quase certo que os índios irão embora, se mudarão para outro local. Mudar de aldeia, às pressas, gera um monte de problemas para esses povos. Afora o medo e incompreensão do fato. Fico torcendo para que nada disso tenha acontecido".

Segundo a Survival, nos últimos meses, vários grupos de índios isolados Mashco-Piro foram vistos ao longo das margens de um rio, no lado peruano da fronteira, o que indica que a destruição ilegal da floresta está forçando eles para fora de seu isolamento. Na semana passada, as autoridades brasileiras e peruanas assinaram um acordo para melhorar a coordenação transfronteiriça, em uma tentativa de salvaguardar o bem-estar dos muitos índios isolados que vivem na região de fronteira.

Em 2011, a Survival divulgou um filme com imagens aéreas extraordinárias de índios isolados na região. Nixiwaka Yawanawá é um índio da Amazônia e trabalha com a Survival para lutar pelos direitos indígenas. Ele é da região onde a tribo foi fotografada recentemente. Ele disse: "Eles são meus irmãos. É emocionante ver que eles estão vivendo da maneira que escolheram. O governo deve proteger seu território, caso contrário, eles poderiam ser destruídos e o governo seria responsável".

O diretor da Survival, Stephen Corry, afirmou: "A única coisa que vai garantir a sobrevivência das tribos isoladas é a proteção de sua terra. Elas têm o direito de decidir se querem fazer contato com a sociedade exterior, ao invés de serem destruídas nas mãos de uma sociedade invasora. É vital que o Brasil e o Peru trabalhem juntos para proteger a terra de tribos isoladas. A história mostra que quando esses direitos não são respeitados, seguem doenças, morte e destruição".

http://www.adital.com.br/site/noticia_imp.asp?lang=PT&img=N&cod=80009

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.