VOLTAR

Índios em pé de guerra ganham apoio de mais 130

Jornal do Brasil (Rio de Janeiro-RJ)
28 de mar de 1984

Os 90 guerreiros Metyktire, da aldeia Kretiri, ganharam o apoio de mais 130 guerreiros, dos povos Yudjá e Kisêdjê, no movimento liderado pelo cacique Raoni, no Parque Nacional do Xingu. Eles exigem a presença do presidente da Funai, Otávio Ferreira Lima, para discutirem a expansão do parque em mais 15 quilômetros ao longo da margem direita da rodovia e 60 quilômetros seguindo o rio Xingu. Com o intuito de pressionar as autoridades, o movimento indígena sequestrou a balsa que liga a BR-080, interditando a rodovia.
A assessoria de imprensa da Funai informou que ocorrerá no posto de vigilância da Funai uma reunião, com mediação do administrador do Parque, Cláudio Romero, entre os fazendeiros e as lideranças indígenas, todos desarmados, com o intuito de chegarem a um acordo sobre a questão das terras.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.